sábado, 27 de junho de 2009

Gripe Suína e Atividade Física

Mais de 50 dias após o Brasil confirmar os primeiros casos de pessoas infectadas pelo vírus influenza A (H1N1), causador da gripe suína, alguns hospitais de São Paulo ainda não seguem à risca as orientações do protocolo de atendimento do Ministério da Saúde para casos suspeitos .
A imagem “http://www.bondinho24horas.com/wp-content/uploads/2009/04/0427-gripe-suina-evolucao-3-contagio-thumb.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Se esteve recentemente em outro país (principalmente Argentina, Chile, Canadá, EUA e México) ou se manteve contato com alguém que acabou de retornar do exterior.

Esse questionamento é importante, segundo o Ministério da Saúde, porque, num primeiro momento, a informação sobre a viagem internacional é um importante indício de que a doença pode não ser uma gripe comum, mas a gripe suína.A imagem “http://www.organizesuavida.com.br/Upload/Conteudo/mala.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

O ministério da Saúde confirma a cada dia mais casos de gripe suína -a chamada gripe A (H1N1)-- no Brasil, elevando o número de pessoas contaminadas pelo vírus no país.
Todos eles, segundo o governo, tiveram origem no exterior (o paciente viajou ou teve contato com alguém que viajou).
Em um mundo globalizado é praticamente impossível não ter contato com pessoas que circularam por áreas de risco, porém para quem faz atividades físicas em locais como clubes e academias é possível tomar alguns cuidados, como manter o ambiente bem ventilado e com boa circulação de ar, equipamentos limpos e higienizados.

A imagem “http://3.bp.blogspot.com/_M8UC2H8McJM/Sc0L5hjhJ9I/AAAAAAAAAOs/nghdsh-JdGI/s320/Saiba+como+evitar+o+resfriado.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Restrições

Devido ao grande número de casos confirmados, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, recomendou que sejam adiadas as viagens para países com risco de contaminação pela gripe suína, entre eles Argentina e Chile.

O ministro ressaltou que a medida se trata de uma recomendação e não de uma determinação, pois o governo não pode proibir a circulação de pessoas, já que não há uma determinação da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre o assunto.

De acordo com o ministro, a recomendação vale para todos os brasileiros, em especial para mulheres grávidas e pessoas imunodeprimidas (pacientes com câncer e em tratamento de Aids, por exemplo), crianças menores de dois anos e idosos com 60 anos ou mais.

Para Temporão, o aumento do número de casos no país ocorreu porque muitos resultados do exame que constata a doença ficaram prontos agora.
O ministro disse que a preocupação do governo atualmente é com as férias de julho, quando a circulação de pessoas é maior.
O ministro disse que as recomendações feitas pela Vigilância Sanitária não mudam e o monitoramento terá continuidade.
Algumas competições esportivas estão sendo modificadas afim de evitar riscos, medidas como reduzir número de espectadores em provas intercionais parece estar ajudando a diminuir o contágio.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1.
Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.
A imagem “http://veja.abril.com.br/imagem//blog/saude-chegada/2007/saudeda-treinar-gripe-ou-resfriado-56985.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

A imagem “http://1.bp.blogspot.com/_yrCDVGgIEXM/SgDzoqVUFCI/AAAAAAAAAH0/N7abV6OAgVA/s320/exercicio-fisico.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
As medidas de prevenção à gripe A (H1N1), popularmente chamada de gripe suína, são bastante simples. "Como o contágio da gripe suína ocorre, como nas outras formas da doença, por meio de gotículas de saliva, deve-se seguir os mesmos cuidados indicados para se prevenir de qualquer gripe: evitar o contato muito próximo de pessoas doentes", afirma Celso Granato, assessor médico em Infectologia do Fleury.

Confira abaixo orientações do Ministério da Saúde para a prevenção e controle de doenças de transmissão respiratória:

  • Lavar as mãos com água e sabão (depois de tossir ou espirrar; depois de usar o banheiro, antes de comer, antes de tocar os olhos, boca e nariz);
  • Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies;
  • Usar lenço de papel descartável;
  • Proteger com lenços a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Orientar para que o doente evite sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até cinco dias após o início dos sintomas);
  • Evitar aglomerações e ambientes fechados (deve-se manter os ambientes ventilados);
  • É importante que o ambiente doméstico seja arejado e receba a luz solar, pois estas medidas ajudam a eliminar os possíveis agentes das infecções respiratórias;
  • Cultivar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física;
  • Não usar medicamentos sem orientação
A imagem “http://www.idmed.com.br/imagens/image/abril%20gripe%20suina.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
A Gripe suína tem um contágio e intensidade maior do que as convencionais, como toda doença se não houver cuidados adequados pode ser fatal. Porém não há motivo para pânico ou medidas radicais como auto medicação.
Evite academias abafadas com pouca circulação de ar, aglomerações, ao utilizar o equipamento higienize na medida do possível.
Em caso de mal estar com sintomas citados, suspenda atividades físicas, procure auxílio médico, retorne ao rítmo normal após sua recuperação.
Até Mais.

Fontes: Celso Granato, assessor médico em Infectologia do Fleury, e Ministério da Saúde do Brasil

Nenhum comentário:

Qual seu objetivo com a prática da musculação?